Notícias

Gasmar participa de fórum em Sergipe sobre potencialidades do Gás Natural Liquefeito

quarta, 11 de dezembro de 2019


Presidente da Gasmar, Deoclides Macedo, e lideranças da Golar Power planejam Fórum sobre GNL, no Maranhão

O presidente da Companhia Maranhense de Gás (Gasmar), Deoclides Macedo, marcou presença durante o Fórum Sergipano do Petróleo e Gás que aconteceu em Aracaju (SE), nesta segunda-feira (9). Ele esteve na capital sergipana acompanhando o vice-governador, Carlos Brandão, a fim de participar das discussões acerca do processo de distribuição e interiorização de Gás Natural Liquefeito (GNL) pelo Brasil, por meio da Golar Power (joint-venture entre a norueguesa Golar LNG e o fundo norte-americano Stonepeak).

Assim como o presidente da Gasmar, o vice-governador e os diretores da Companhia, Fábio Amorim e Paulo Guardado; e a gerente Telma Thomé estiveram no evento a fim de avaliar o formato adotado pelo Estado do Sergipe, incluindo a distribuição de GNL e Gás Natural Veicular (GNV) – destinado especificamente a caminhões, demais modalidades de veículos e indústrias.

Os representantes do Estado do Maranhão mantiveram tratativas produtivas com o CEO da Golar Power, Eduardo Antonello, e com o vice-presidente Marcelo Rodrigues. O objetivo do evento foi destacar as potencialidades do Primeiro Terminal GNL do Brasil e contou com uma demonstração de caminhões da Golar Power movidos 100% a GNL e Unidade Móvel de Abastecimento de GNL (gasoduto virtual).

“O Maranhão tem potencialidade, reúne condições estratégicas, portos e ferrovias”, explicou o presidente da Gasmar. Para o governo Flávio Dino, é prioridade tornar o GNL mais acessível aos maranhenses. Prova disso, é a intensificação de estudos e a elaboração de projetos nesse setor de investimento e tecnologia.

Presidente da Gasmar e vice-governador Carlos Brandão conhecem funcionamento de caminhões movidos a GNL e unidade móvel de abastecimento de GNL durante fórum pioneiro, em Aracaju (SE)

Missão Europa e potencial maranhense

Recentemente, com a participação dos nove estados do Consórcio do Nordeste na França, na Itália e na Alemanha, o Estado do Sergipe sinalizou para uma oferta de gás natural associada à produção offshore de petróleo, cujos volumes são estimados em mais de quatro vezes a atual capacidade de consumo da região Nordeste.

“Neste cenário, o Maranhão apresenta condições reais de se tornar importante parceiro nesta empreitada. Com o primeiro terminal privado de GNL do Brasil funcionando em Sergipe, a contratação da também inédita operação de interiorização de GNL do Nordeste e o prévio planejamento dos corredores azuis do País e de toda a cadeia integrada de abastecimento, nosso Estado desponta como canal estratégico para tornar outros avanços possíveis”, comemorou o vice-governador.

Além disso, o presidente da Gasmar reforçou o empenho da Companhia em protagonizar os debates acerca das distribuidoras de gás dentro do Consórcio Nordeste. “Além do gás natural se configurar em energia limpa e menos poluente”, concluiu Macedo.

Versão maranhense do Fórum

Além das discussões centrais sobre as novidades no setor energético, o Fórum Sergipano de Petróleo e Gás serviu como importante mote para a futura realização de semelhante evento, em São Luís, com a participação da Golar Power, ABEGÁS, EMAP e outros importantes agentes do setor. “Conhecemos de perto a sua elaboração e principais destaques. Faremos algo seguindo o mesmo modelo, por meio da Gasmar, via Governo Flávio Dino, em nosso Estado, porque já avançamos nas discussões e hoje oferecemos mercado e logística promissores para a sua concretização”, apontou Deoclides Macedo.

Fonte: https://www.ma.gov.br/agenciadenoticias/?p=266566